Entre em contato
Obrigada pelo interesse em meu trabalho! Por favor, preencha o formulário abaixo para entrar em contato comigo.

Obrigada! Sua mensagem foi enviada! :)

Oops! Ocorreu um erro ao enviar o formulário.

MENU

As melhores dicas do ICONIC

Daniela S. Nassetti
|
Dicas
|
11/4/2016
Dicas

Já ouviram falar do ICONIC? É um congresso sensacional de concept art e animação, realizado online e idealizado por Henrique Lira. Os convidados e entrevistados são ilustres artistas que contam um pouco do trabalho e processo deles, da indústria, das dificuldades do início de carreira, como se superar e criar uma rotina de estudos... e diversos outros assuntos! São dicas valiosíssimas e recomendo muito que todos que queiram seguir pela jornada da ilustração, concept art ou animação assistam às palestras.

Em uma das palestras que tive a oportunidade de acompanhar, um artista disse que somos como atletas: precisamos exercitar sempre, senão "enferrujamos". Verdade. Isso faz-me lembrar também de outro problema, aliás: quando assumimos que já sabemos o que é necessário e não precisamos mais treinar. Sim, absurdo! Precisamos sempre treinar, mesmo quando já dominamos técnicas, pois, como dito acima, se pararmos, enferrujamos. Isso vale para qualquer artista, tanto em início de carreira quanto o profissional que já está há anos no ramo.

Desenhar com frequência libera a criatividade, tira as ideias cruas na cabeça e as transforma em algo concreto. Toda semana precisamos estabelecer uma rotina de acordo com o tempo que temos para treinar e o que queremos melhorar. Falando nisso, os artistas deram ótimas dicas para quem quer realmente treinar pesado. Vou compartilhar aqui com vocês as que achei mais importantes. Se você não pode assistir, aproveite! ;)

A personagem do ICONIC foi criada por Rayner Alencar.

1. Desenho gestual

Existem vários sites interessantes para o treino de desenho gestual. Os que mais comentaram foram o www.quickposes.com ou o reference.sketchdaily.net. Eles possuem um timer que você pode escolher o tempo em que deseja que novas imagens apareçam e então você desenha cada foto que aparecer no tempo especificado. A ideia é entender as formas como um todo e se preocupar o mínimo possível com os detalhes. Isso te ajudará a memorizar as formas e te auxiliará na estrutura do desenho inicial. Serve principalmente para desenvolver sua percepção visual.

2. Timer

Ainda na ideia do timer, o Bruno Biazotto comentou sobre usar um timer para contabilizar o tempo gasto em estudos e outro para o tempo desperdiçado. É incrível o tempo que perdemos com coisas triviais, por isso a importância em se criar uma rotina!

3. Busque muitas referências de artistas que você gosta e estude fotos

Esse é um dos pontos que tenho certeza que muitos de nós já fazemos, não é mesmo? Continua sendo um ponto muito importante. O bom, também, é treinar bastante tudo o que você ainda tiver dúvida (ex. mãos, pés, movimento, etc.).

4. Sketches

Faça muitos sketches. Sempre! Use a imaginação. O sketch serve também para colocar à prova tudo o que você aprendeu e aprenderá ao longo do caminho.

5. Narrativa

Outro ponto que é essencial para quem quer trabalhar na área é estudar narrativa. Ilustradores, concept artists, animadores, etc. precisam ser bons contadores de histórias. Nossa missão é contar histórias através de imagens. Fazemos isso com base em movimentos, exageros em algum ponto específico da ilustração (ex. como um personagem de cabeça grande para focar na cabeça, ou quando as formas do desenho — mãos, posição do corpo, etc. — apontam para um objeto que você quer focar, etc.). Tudo para instigar a curiosidade de quem observa nosso trabalho. Como é seu personagem? Onde ele vive? Qual a história dele? E por aí vai. Isso é fundamental.

6. Luz/cor

Adorei a palestra da modeler e texture artist Letícia Reinaldo. Ela abordou um tema muito interessante: como transmitir emoções através do uso inteligente de luz e cor. Ambos são muito importantes também para instigar a curiosidade, assim como a narrativa, conforme descrito acima. Através da iluminação e da cor você consegue tornar o foco ainda mais visível e causar uma sensibilidade estética ainda maior. Ex. uma cena onde a luz reflete de forma intensa na expressão do personagem, fazendo com que a cena se torne dramática. Geralmente cores frias (como o azul) também ajudam a reforçar a ideia do dramático e triste, mas tudo depende de como você fizer sua composição.

7. Esteja aberto para mudanças

Não tem jeito. Se você estiver trabalhando em um personagem, um cenário, um objeto, não se apegue. Eventualmente você precisará fazer uma mudança aqui e ali até que fique perfeito.

8. Observe tudo ao seu redor

Analisarmos tudo o que está a nossa volta importa e muito. Vejo isso, inclusive, nos meus trabalhos. Tendo a captar muito do que vejo e aplico às vezes até que de forma inconsciente nas minhas ilustrações. As formas nos transmitem sensações e temos que passar isso para quem vê o nosso trabalho também.

9. Ideia é tudo

Coloque sempre suas ideias no papel e deixe-as bem definidas antes de fazer uma — ou várias! — versões finais. Ter ideias claras e bem trabalhadas é um diferencial. Faça com que as pessoas que veem seu trabalho caminhem com os olhos para o ponto de foco que você definir em suas ilustrações. Crie contrastes para o que é importante em suas composições!

10. A técnica de pintura nem sempre é tão importante quanto a mensagem retratada

Verdade, mesmo. Já vi muitos trabalhos em que a pintura nem era tão bem trabalhada, mas a ideia em si era tão bem elaborada que o estilo da pintura nem contava. Por isso é tão importante ter uma ideia clara do que você quer fazer. Tudo fica mais fácil quando a ideia está clara.

11. Pesquise, leia e assista

Muito! Tudo o que você vê e lê contribui para o seu repertório visual e técnico. Só não abuse para não virar procrastinação, hahaha.

Enfim, é isso. Tentei resumir o máximo possível tudo de mais importante que consegui captar nas palestras que assisti do evento. Espero que ajudem vocês assim como me ajudou também :)

Não se esqueçam de se cadastrar na newsletter do ICONIC para não perder nenhuma novidade mais! As palestras são gratuitas no decorrer do evento, porém se quiser rever alguma palestra ou conferir conteúdos extra, como aulas com esses mestres, você precisará adquirir um plano Premium ou Premium Plus, ok?

Aliás, eles disponibilizaram um eBook para download gratuito, A Jornada Interna. Você pode fazer o download aqui: http://iconic.network/a-jornada-interna/

Uma boa semana para vocês!

Daniela S. Nassetti
Designer Gráfico formada pela Escola Panamericana de Arte e Design. É também escritora, web designer e ilustradora.

Posts ReLACIONADOS

Receba atualizações por e-mail:

Obrigada! Sua inscrição na newsletter foi efetuada!

Oops! Ocorreu um erro.