FECHAR  ✕
Entre em Contato
Obrigada pelo interesse em meu trabalho! Por favor, preencha o formulário abaixo para entrar em contato comigo.

Obrigada! Sua mensagem foi enviada!

Oops! Ocorreu um erro ao enviar o formulário.

Dinheiro não é tudo: mantenha o foco no sonho

Daniela S. Nassetti
|
Opinião/Reflexão
|
30/9/2015
Opinião/Reflexão

Até consigo visualizar mentalmente meus pais empolgados ao ver-me chegar ao mundo e sonhando com o que eu decidiria me tornar ao crescer. Médica? Advogada? Cientista? Seguir a carreira do pai ou da mãe? Na maioria das vezes, é sempre assim. Lembro-me quando eu era pequena e ia para a empresa do meu pai e a minha mãe me perguntava: “Você vai querer seguir o caminho do seu pai, né? Você vai querer cuidar da empresa quando crescer?” e, engraçado, mas desde pequena eu já dizia que não, hahaha. Hoje eu até ajudo minha mãe com as coisas por lá, mas nunca tive essa vontade de me manter ali, não era meu sonho. Nunca foi, na verdade.

Quando eu era pequena, eu queria ser veterinária aí eu desisti — lá pelos meus 13 anos, acho — porque ficava imaginando como deve ser difícil para um veterinário ter que sacrificar um animal que estava sofrendo. Sim, embora você o ajudasse a finalmente ter paz, é uma decisão um tanto quanto complicada, não é mesmo? Bem triste e que atesta, infelizmente, suas limitações de poder salvar o pobre animal. Enfim, depois disso eu resolvi que queria ser cantora. Mais precisamente, vocalista de banda de metal sinfônico, hahaha. E olha que canto razoavelmente bem sim, com um certo esforço, tenho certeza que poderia alcançar algo interessante… o problema é a timidez. Além da timidez de cantar na frente das pessoas, eu não sou do tipo de pessoa que gostaria de ficar viajando para lá e para cá por conta de shows… e mais um sonho que eu achava que era sonho se foi (mas o hobby de cantar persiste, viu? hahaha).

Dois pseudo sonhos largados. Tem mais? Tem sim!

Eu amava as aulas que tinha de Economia na escola. Amava mesmo, tanto que até cogitei a possibilidade de me formar na área. Hoje não consigo sequer me ver como economista, hahaha. Embora seja uma área interessantíssima, não sou uma das melhores em matemática. Sim, verdade, eu poderia me esforçar mais em matemática e quem sabe me tornar uma economista. O problema é que lá no fundo eu sabia que não era para mim por alguma razão.

E então encontrei a luz quando finalmente deixei de ver o Web Design como apenas um mero hobby na minha vida. Anos e mais anos brincando de blog que compensaram o esforço e me abriu portas e o interesse no Design. E o curso de Design Gráfico da Escola Panamericana de Arte e Design me fez perceber o quanto eu poderia aproveitar na área. Como falei no primeiro post de abertura desse blog, eu amei ilustração, identidade visual e design editorial durante o curso… mas de todos, Ilustração foi a que mais me chamou. Hoje a Ilustração é meu foco e Web Design e Identidade Visual meu trabalho atual — que amo também, aliás… mas Ilustração tem um canto mais especial guardado no coração. E, com certeza, para alcançar um estágio onde eu possa apenas trabalhar com Ilustração não será nada fácil, mas vamos que vamos!

Somos pressionados por todos os lados para seguir uma carreira que dê dinheiro.

Na verdade todas dão se formos parar para pensar nisso, o problema mesmo é quanto você pretende gastar do seu tempo para investir no seu sonho, ainda mais quando falamos em áreas que envolvem a arte. Você pode (e deve!) trabalhar por alguns anos com algo que talvez não seja seu sonho, mas serve para poder cobrir suas despesas, ao mesmo tempo em que investe no seu sonho. Conquistar um público alvo, transformar sua arte em algo necessário para as pessoas… é uma tarefa árdua e que exige tempo e esforço. Nem sempre é fácil arcar com as duas coisas ao mesmo tempo — trabalho atual e sonho — mas precisamos tentar e nos esforçar o máximo se quisermos ter uma vida realizada.

Com o tempo, você conseguirá alcançar uma etapa em que seu sonho se torna seu trabalho também. Só não espere que seja da noite para o dia.

Quando colocamos o dinheiro acima de tudo, nosso esforço se torna vão. A demasiada vontade do chamado “ganhar dinheiro com isso” não pode ser um foco extremo e sim uma consequência do esforço que você emprega no que faz, pois pensar no dinheiro em primeiro lugar afeta nossos objetivos. Por isso que para pensar com clareza é necessário ter um trabalho a parte que cubra seus gastos mensais. É claro que eventualmente você vai conseguir ganhar dinheiro com aquilo que sonha, mas isso deve depender do seu esforço de melhorar a cada dia e da paciência que você necessitará com o decorrer do tempo. Não é em 6 meses, 1 ano… 5 anos, talvez, quem sabe, que seu sonho de trabalhar com o que ama se realizará. Na verdade, você, eu, todo mundo, não fazemos sequer ideia de quando é exatamente que todo o esforço desse sonho transformar-se-á em realidade. E é por isso que muitos desistem. A persistência precisa dominar.

Abrir mão de um tempo e deixar de fazer algumas coisas é extremamente necessário para seguir seu sonho.

Um outro problema que afeta o rumo de nossos sonhos é o de termos medo de abrir mão de nosso tempo — nem sempre estamos tão dispostos a parar com afazeres que não nos levam ao caminho correto. Não que seja errado assistir um filme no Netflix ou jogar videogame, mas precisamos abrir mão deles de vez em quando para treinar e nos focar no sonho. Óbvio que você não precisa deixar de ter um tempo livre! Tempo livre para relaxar é necessário para clarear as ideias, mas não se esqueça de sempre ter um sketchbook ao lado porque ideias surgem quando menos esperamos.

Mas o sonho precisa ser o foco e o dinheiro eventual consequência.

Sempre. Muitos, ao verem artistas/desenhistas/ilustradores famosos ganhando bem e tudo mais, já acham que foi da noite para o dia ou que o material que ele usa é que faz a diferença… Não!Acredite e tenha certeza que aquela pessoa conseguiu alcançar o estágio de trabalhar com o que ama por consequência de muitas noites em claro e de muito, MUITO estudo e esforço porque, como eu disse acima, não é nada fácil conseguir um público alvo para a sua arte. Não é fácil mesmo, mas não desista nunca!

Antes ter objetivos e lá na frente trabalhar com o que ama do que viver a vida toda em um trabalho que não nos dá satisfação.

Mantenha seu foco e objetivos claros para conquistar seu sonho e tenha a certeza que você será recompensado por tudo o que você deu de si para ter o trabalho dos sonhos. Enquanto a chama do foco no sonho persistir, não há nada que fará com que você desista no meio do caminho. Sabe quem é seu maior inimigo? Você mesmo. Não deixe que todo seu esforço seja em vão! Lute para conquistar seus sonhos!

Daniela S. Nassetti
Designer Gráfico formada pela Escola Panamericana de Arte e Design. É também escritora, web designer e ilustradora.

Posts ReLACIONADOS

Receba atualizações por e-mail:

Obrigada! Sua inscrição na newsletter foi efetuada!

Oops! Ocorreu um erro.